6.3.09

Contexto Feminino - Mulheres & Virtude [2]


Origem do Dia Internacional da Mulher

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.

Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.

Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women's Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho.

Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida.

Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher".

O Movimento Feminista

Como podemos observar, o Dia Internacional da Mulher fora reconhecido pelas Nações Unidas como uma conquista das mulheres através do que conhecemos como Movimento Feminista – um movimento de mulheres em todo mundo em busca do reconhecimento de seus direitos.

Embora o Movimento Feminista tenha como fundamento o seu reconhecimento ou equiparação aos mesmos direitos dos homens, acabou por se enveredar por ideologias anticristãs. O Movimento Feminista moderno, em nome da liberdade de direito sobre o próprio corpo apregoa e luta pela liberdade do aborto e de outras práticas que se chocam com os princípios bíblicos.

Acredito piamente na liberdade das mulheres de ocuparem seus espaços na sociedade, direitos e liberdades garantidos pelo próprio cristianismo autêntico segundo as escrituras, porem a busca pela chamada liberdade, que se opõe aos princípios bíblicos não é outra coisa senão libertinagem. É notório que façamos uso da liberdade que possuímos, porém a mesma não pode ceder ocasião aos embaraços pecaminosos.

A mulher do ponto de vista cristão

Mesmo vivendo em uma sociedade cada vez mais favorável a inclusão das mulheres no contexto social, a nossa sociedade possui uma visão totalmente distorcida da realidade em relação a forma como a igreja cristã encara o papel da mulher na sociedade como indivíduo. Na verdade, essa imagem distorcida que ainda existe é resultado da maneira como a igreja romana reconhecia as mulheres durante os negros anos da idade média.

Fiquei chocado recentemente ao fazer um levantamento e pesquisa sobre aspectos religiosos da idade média quando me deparei com registros de que a Igreja Romana em algumas regiões apregoava que a diferença entre homem e mulher colocava em dúvida a perfeição de sua constituição física; a falácia de que apenas o homem era imagem de Deus; apregoava-se que a mulher não possuía alma, e que consequentemente para que a mesma pudesse ter direito de entrar no céu após a morte se fazia necessário a sua transformação em homem – essa era a explicação apresentada por setores da igreja romana em relação ao texto bíblico de Efésios 4:13 que diz: “... até que atinja a estatura de varão perfeito...” Simplesmente fantasioso!!!

O papel da mulher cristã na Igreja, no lar e na sociedade, é um dos assuntos mais discutidos nestes últimos dias. Queiramos ou não, nós vivemos no século do progresso e da revolução feminina. O avanço feminino no mundo dos negócios é visível a olho nu. A mulher já compete com o homem de igual para igual nas áreas de recursos humanos. Entretanto, mesmo as mulheres que ocupam altos cargos de emprego, ainda é possível alcançar esses objetivos sem perder as virtudes que Deus deu a mulher de ser mãe e rainha do lar. Pois, hoje em dia, com o avanço da mão de obra feminina na sociedade, ainda é possível ser boa profissional e, ao mesmo tempo ser boa mãe e boa dona de casa, que edifica com sabedoria o seu lar (Pv.14.1).

A Mulher cristã na igreja

O Cristianismo é a única Religião que reconhece o grande valor que a mulher possui dentro de seu contexto. Em outras grandes religiões como o Islamismo e o Hinduismo, as mulheres são escravas e destituídas de muitos direitos, como também desvalorizadas. Mesmo no Judaísmo Antigo e nos costumes orientais, a mulher era muito discriminada. Porém, Jesus veio a resgatar a dignidade e o grande valor das mulheres.

A mulher cristã no lar

Apesar do grande avanço feminino em nossos dias, e a valorização da mulher em nossa sociedade. A mulher cristã jamais pode entrar na onda feminista do presente século, e se esquecer que Deus lhe deu também a responsabilidade de edificar com sabedoria o seu lar (Pv.14.1).

A Mulher cristã na sociedade

Os judeus, em especial os ortodoxos, suspeitavam de qualquer mulher que se aventurasse a seguir ocupações fora do lar, ou tivesse pretensões intelectuais. Outras religiões não são diferentes. Maomé nada fez para melhorar a condição da mulher, e continuou sendo uma criatura inferior ao homem. Os hindus apreciam muito o nascimento de um filho homem, mas ter uma filha era reputado como um acontecimento de menor importância.

Essas religiões e esses preconceitos são contrastados pela ternura e bondade do tratamento dado pelo Senhor Jesus Cristo ás mulheres. Cristo resgatou e elevou a mulher á posição de igualdade com o homem. Por isso, Paulo, apóstolo de Jesus, pode igualmente nos ensinar que, tanto homem como mulher são um só em Cristo Jesus (GL.3.28).

A sociedade atual tem promovido muitas oportunidades para a mulher trabalhar em diversas áreas: Nas ciências, na educação, nas artes, na política, na indústria, no comércio, e até na área militar. Assim, faz-se necessário que cada mulher, em qualquer tipo de profissão, busque com humildade e sabedoria aperfeiçoar-se, sem deixar sua feminilidade. A influência da mulher cristã deve ser sentida em todas as áreas de sua vida, inclusive na sociedade como um diferencial que glorifique a Deus.

Mulheres influentes na sociedade

A própria Bíblia revela a influência de muitas mulheres na sociedade israelita e na sociedade gentílica. Vejamos:

1.-A Bíblia diz em Jz.4.4, que Débora julgava a Israel naquele tempo. Débora, além de juíza e profetiza, possuía uma influência política tão grande na sociedade israelita, que, até Baraque, o general do exército lhe prestava continência e dependia de suas orientações (Jz.4.6-9).

2.- Em 1 Rs.1.11-31, a influência de Bate-Seba foi um fator importante para a escolha de Salomão como o sucessor de Davi.

3.- Em 2 Cr.34.19-28, a Bíblia mostra a grande influência da profetiza Hulda no reinado de Josias.

4.- Em Et.5.1-3 e 7.1-10, a influência de Ester no palácio do rei Assuero foi um fator determinante para a queda do primeiro ministro de Assuero, e o livramento do povo judeu.

5.- Em At.17.4, a Bíblia cita muitas mulheres distintas e influentes na sociedade de Tessalônica que se tornaram cristãs.

6.- Em At.17.12, a Bíblia cita muitas mulheres gregas de alta posição e influentes na sociedade bereana que se tornaram cristãs. Dentre outras.

Jogo Rápido:

Uma mulher de virtudes: Maria, irmã de Lázaro (Lucas 10:41-42)
Uma mulher infeliz: A mulher de Ló (Genesis 19:26)
Uma mãe dedicada: Maria, mãe de Jesus (Lucas 2:48, 51)
Uma esposa fiel: Priscila (Romanos 16:3, 4)
Uma mulher de destaque no Velho Testamento: Raabe (Josué 6:17)
Uma mulher de destaque no Novo Testamento: a mulher Samaritana (João 4:28-30)
Uma característica feminina que admiro: a sensibilidade
A mulher da minha vida: minha mãe
Um texto bíblico sobre a mulher: “Mulher virtuosa, quem a achará? A força e a glória são as suas vestes. A todas és superior” (Provérbios 31:10, 25 e 29).


Minha sincera homenagem a todas as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher!!!!

Um comentário:

  1. Irmão Sidnei, valeu pela homenagem liiiiiiiinda!!!

    É, as mulheres ainda são desprezadas em muitas partes deste mundo, mas graças a Deus que temos um Pai Celeste cujo coração é tão grande que abriga a todos, independente de sexo ou nacionalidade.

    Muitas mulheres foram vencedoras nas Escrituras e elas nos deixam seu exemplo maravilhoso para os dias atuais.

    Parabéns mais uma vez pelo blog, irmão. Que Deus te abençoe ricamente.

    ResponderExcluir

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS NÃO SERÃO POSTADOS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...