16.6.09

Os estranhos caminhos da Diplomacia Brasileira - ONG acusa Brasil de proteger países que violam Direitos Humanos

Uma respeitada entidade de defesa de direitos humanos, a Human Rights Watch, acusou o Brasil de usar seu voto nas Nações Unidas para proteger países acusados de violações desses direitos.

Falando na Suíça durante reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU, o Presidente Lula defendeu o diálogo e não a imposição como melhor forma de se obter a colaboração dos países acusados.

Na ONU, em Genebra, o Presidente Lula defendeu o diálogo como a melhor maneira de fazer com que os direitos humanos sejam respeitados. "Esse Conselho deve procurar o diálogo e não impor o caminho para proteger os direitos humanos. O exemplo é a melhor maneira de persuadir", afirmou.

Mas, de acordo com ONGs de defesa dos direitos humanos, o exemplo que o Brasil tem dado nas reuniões do Conselho da ONU é outro. Um relatório da respeitada ONG Human Rights Watch acusa o Brasil de usar seu voto para proteger países que violam os direitos humanos. (g1.com)

Confira a reportagem sobre o assunto, veiculada pelo Jornal da Globo nesta segunda-feira, dia 15 de junho:

Na ocasião da visita do presidente iraniano Mahmouhd Ahmadinejad que felizmente acabou por ser cancelada, publiquei aqui no blog uma matéria específica, confrontando as honrosas atitudes do Ministério de Relações Exteriores no passado com os caminhos que nesse atual governo o Itamaraty tem tomado em relação a política externa. Na ocasião, fiz questão de detalhar que o Brasil, neste governo, tomou atitudes reprováveis no uso de suas atribuições nos conselhos dos quais faz parte na ONU, votando contra Israel, contra a condenação do massacre efetuado por líderes muçulmanos no Sudão, dentre outras tolices, sob pretexto de "negociação".

A pergunta que não quer se calar é: Até onde chegará a diplomacia brasileira?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS NÃO SERÃO POSTADOS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...